Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Exportações aumentaram 0,9% em 2016

Rui Duarte Silva

É a variação mais baixa desde 2009. A desaceleração das exportações levou ao agravamento da balança comercial em 281 milhões de euros

No quarto trimestre de 2016, as exportações aumentaram 4,9% e as importações cresceram 6,4% em relação ao período homólogo, de acordo com as Estatísticas do Comércio Internacional publicadas esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Assim, fechadas as contas de 2016, as exportações de bens aumentaram apenas 0,9% face ao ano , "o que representa uma desaceleração face ao acréscimo de 3,7% verificado em 2015", aponta o relatório. Desde 2009, que a variação anual não era tão baixa.

As importações de bens, por sua vez, cresceram 1,2% no ano passado, o que também representa uma desaceleração, apesar de menor", visto que em 2015 aumentaram 2,2%.

Assim, o défice da balança comercial atingiu 10.766 milhões de euros no ano passado: aumentou 281 milhões de euros face ao ano anterior.

De acordo com os dados do INE, foram os produtos 'Combustíveis e lubruficantes' que pressionaram a desaceleração. Excluindo esta categoria, as exportações e importações cresceram 2,4% e 4,8% em 2016, respetivamente (em 2015, os aumentos foram de 4,3% e 7,0%). Neste caso, o défice da balança comercial situou-se nos 7.641 milhões, o que representa um aumento de 1.405 milhões em relação a 2015.