Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Papa ajuda Fátima a crescer 20% em 2017

A intervenção no santuário prossegue a todo o gás para a comemoração dos 100 anos

LUCILIA MONTEIRO

Hotéis já têm reservas para o ano todo. Maior aumento vem dos Estados Unidos por causa dos voos da TAP

A vinda do Papa Francisco ao santuário de Fátima para comemorar 100 anos das aparições de Nossa Senhora aos pastorinhos já está a ter impactos na hotelaria da região que se estendem ao ano todo. Com a capacidade há muito tempo esgotada para a data do centenário, os hotéis de Fátima estão a ter um nível de reservas de tal forma elevado para o resto do ano que já faz prever um crescimento global de receitas de 20% em 2017, também com aumento dos preços médios.

“Na noite de 12 para 13 de maio estamos sempre cheios. A novidade é que a vinda do Papa vai encher os hotéis em toda a região Centro, Coimbra, Leiria ou Nazaré, e até Lisboa”, salienta Alexandre Marto Pereira, administrador da Fátima Hotels, rede com 10 hotéis e 1000 camas, e também vice-presidente da Associação Empresarial Ourém-Fátima (Aciso). “Em Fátima está a haver um aumento de procura para o resto do ano. Prevemos um acréscimo de 200 mil noites vendidas em 2017 e atingir 1 milhão de dormidas”. Segundo os últimos dados de 2015, os hotéis da cidade receberam 727 mil dormidas, sem contar com os antigos seminários e espaços de retiro detidos pela Igreja.

Leia mais na edição deste fim de semana