Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Concorrência deu um pequeno empurrão à concessão de crédito, diz BdP

Nas palavras oficiais do Banco de Portugal, a concorrência entre os principais grupos bancários trouxe "ligeira redução da restritividade" na concessão de crédito

Nos últimos três meses de 2016, o sector bancário português registou uma "ligeira redução da restritividade do crédito", indica o Inquérito aos Bancos sobre o Mercado de Crédito, hoje divulgado pelo Banco de Portugal.

O estudo, que tem como amostra cinco grupos bancários portugueses, mostra que os critérios de concessão de crédito ao sector privado não financeiro permaneceram estáveis, comparativamente aos três meses anteriores, mas "algumas instituições indicaram que as pressões exercidas pela concorrência terão contribuído para um ligeira redução da restritividade de crédito".

A pesar nesta tendência, os bancos inquiridos referem, também, "a redução na perceção de riscos associados às perspetivas para o mercado de habitação e à situação económica em geral".

No entanto, uma das cinco instituições refere uma evolução contrária a esta tendência, com uma redução da tolerância ao risco a aumentar ligeiramente a sua restritividade na concessão de crédito.

Sobre o primeiro semestre de 2017, estes grupos não antecipam alterações nos respetivos critérios de aprovação de crédito para o sector privado não financeiro, mas duas instituições esperam um "aumento ligeiro da procura" na compra de casa e no consumo.