Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caldeira Cabral diz que Davos “é uma oportunidade muito importante” para Portugal

Marcos Borga

O ministro da Economia estará no Fórum Económico Mundial de 18 a 20 de janeiro, acompanhado pelo primeiro-ministro. “Este ano vamos a Davos com uma mensagem mais positiva”, disse Caldeira Cabral à Lusa

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, disse à Lusa que o Fórum de Davos, onde vai marcar presença juntamente com o primeiro-ministro na próxima semana, “é uma oportunidade muito importante” para promover Portugal junto dos líderes mundiais.

“O Fórum Davos é uma oportunidade muito importante para promover o nosso país junto de investidores, junto de líderes mundiais de algumas das maiores empresas mundiais e, nesse sentido, é uma oportunidade que Portugal estará lá para aproveitar”, afirmou o governante.

“Este ano estarei lá eu e o secretário da Indústria, mas estará também o primeiro-ministro [António Costa], que vai dar mais força à presença portuguesa e que vai ter uma série de encontros muito interessantes com outros líderes mundiais”, acrescentou o governante.

“É importante para o país marcar presença nestes fóruns internacionais, porque também é aqui que se decide o futuro do mundo e que se decide os caminhos que o mundo e que a União Europeia vão trilhar e é importante Portugal estar nesse debate e dar contributo”, sublinhou.

O governante recordou que já tinha marcado presença em Davos no ano passado.
“Nessa altura tínhamos um Governo novo, foi importante apresentar o que eram as linhas do programa do nosso Governo, quais eram as apostas, dar confiança aos investidores em Portugal”, relembrou.

“Este ano vamos a Davos com uma mensagem mais positiva, de um país que está a sair de um problema de défice excessivo, uma mensagem do país que teve no terceiro trimestre do último ano o melhor crescimento da União Europeia, uma mensagem do país que também está a desenvolver políticas de atração de investimento, políticas de apoio ao empreendedorismo e às 'startups'”, afirmou.

“É essa a mensagem que vamos levar a Davos no sentido de atrair para Portugal mais investimento”, disse, salientando que vai estar em alguns painéis com presidentes executivos das maiores empresas mundiais, com reitores de Harvard, entre outros.

“Estamos a falar de líderes mundiais que quando ficam atentos a Portugal dão atenção ao nosso país pela positiva”, concluiu Manuel Caldeira Cabral, que estará em Davos entre 18 e 20 de janeiro.