Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

DBRS: nacionalizar Novo Banco não seria fácil

A agência de ratings diz que continua a monitorizar a venda do Novo Banco. E aponta que uma nacionalização seria um processo que levantaria dificuldades

Uma nacionalização do Novo Banco enfrentaria dificuldades já que iria ser necessária luz verde das instâncias europeias, diz Adriana Alvarado, analista da DBRS para Portugal.

"O que podemos dizer é que não seria um processo sem dificuldades já que iria necessitar de aprovação da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu", afirma ao Expresso.

"O processo de venda do Novo Banco está em marcha e nós contiuamos a monitorizar pos desenvolvimentos".

Destaca que "não foi feita nenhuma declaração oficial sobre uma nacionalização do Novo Banco". "Por isso, é prematuro comentar este tema e aferir de quaisquer implicações de uma potencial nacionalização do Novo Banco nas contas públicas e no setor bancário".

A venda do Novo Banco foi adiada para o início de 2017 e ainda não existe visibilidade sobre como e quando ficará concluída a operação.