Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Exportações para a Índia crescem 18,5%

Até outubro do ano passado, as exportações para a Índia ascendiam a €75,8 milhões, segundo dados do INE. Máquinas e aparelhos são os produtos mais exportados

As exportações de bens portugueses para a Índia subiram 18,5% até outubro do ano passado, face a igual período de 2015, para 75,8 milhões de euros, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em igual período, as importações de bens indianos avançaram 12,3% para 426,1 milhões de euros, o que representa um saldo negativo da balança comercial de 350,3 milhões de euros para Lisboa.

No ano passado, a Índia era o 46.º cliente de Portugal e o seu 17.º fornecedor. Já Lisboa era o 58.º cliente de Nova Deli e o seu 106.º como fornecedor. Entre 2011 e 2015, as exportações de bens para Nova Deli caíram 1,6% e as importações aumentaram 1,8%.

O número de empresas exportadoras ascendia a 613 em 2015, o que compara com 506 em 2011. Entre os produtos mais exportados para a Índia constam as máquinas e aparelhos (22% do total das vendas para aquele país em 2015), os metais comuns (16,4%), os minerais e minérios (10,8%), os plásticos e borracha (10,3%) e químicos (8,7%).

As vendas de máquinas e aparelhos caíram 27,7% em 2015, face ao ano anterior, para 17,4 milhões de euros, enquanto as de metais comuns subiram 1,7% para 13 milhões de euros. Também as exportações de minerais e minérios avançaram 28,2% no período em análise, para 8,5 milhões de euros, mas as de plásticos e borrachas diminuíram 11,6% para 8,1 milhões de euros.

No caso das importações de produtos indianos, as matérias têxteis lideram os bens mais comprados (peso de 30,3%), seguidas das agrícolas (12,4%), metais comuns (11,9%), químicos (10,4%) e plásticos e borrachas (7,9%). Em 2015, as compras de matérias têxteis desceram 2,8% para 139,3 milhões de euros e as agrícolas subiram 3% para 56,9 milhões de euros.

As compras de metais comuns subiram 16,1% para 54,5 milhões de euros, as de químicos progrediram 3,6% para 47,6 milhões de euros, enquanto as de plásticos e borracha diminuíram 21,2% para 36,1 milhões de euros.

Já as exportações de serviços de Lisboa para Nova Deli subiram 30,4% em 2015, face a 2014, para 37,4 milhões de euros, enquanto as importações desceram ligeiros 0,6% para 84,5 milhões de euros, com o saldo da balança comercial negativo para Portugal em 47,1 milhões de euros.

Entre 2011 e 2015, as exportações de bens e serviços para a Índia subiram 2,8% e as importações cresceram 1,5%. As exportações de bens e serviços totalizaram 113 milhões de euros em 2015, menos 4,4% do que em 2014, e as importações atingiram 454,8 milhões de euros, uma descida de 5,2%.

As receitas provenientes de turistas indianos em Portugal na hotelaria ascenderam a 10,1 milhões de euros em 2015, uma subida de 97,8% face ao ano anterior.