Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

OTRV: Risco de contágio para o ano

As novas obrigações do Estado para o retalho estão cotadas. Duas das emissões já negociaram em terreno ‘negativo’

A esperada deterioração dos juros da dívida soberana portuguesa em 2017, a confirmar-se, pode contagiar as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) às quais estão expostos muitos investidores particulares. Estas obrigações estão cotadas em Bolsa. E duas das emissões já negociaram abaixo do par (100), ou seja, estiveram em terreno negativo.

As OTRV oferecem aos investidores um mínimo garantido de rendimento na maturidade. No caso da primeira emissão de 2016, em maio, esse patamar mínimo corresponde a 2,2% de rendimento bruto, ou 1,6% em termos líquidos, que é o equivalente ao cupão da emissão. A este patamar acresce a taxa Euribor a seis meses, que atualmente está negativa em -0,22%. Mesmo que esta taxa continue a ser negativa, os investidores conseguem sempre obter um rendimento mínimo.

Leia mais na edição deste fim de semana