Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Greve nos aeroportos foi desconvocada

Trabalhadores das empresas de handling Groundforce e Portway e das empresas de segurança desconvocaram a paralisação. “A desconvocação das greves resulta da negociação efetuada com o Governo”

Os trabalhadores das empresas de assistência em escala e de segurança desconvocaram as greves propostas para esta semana, anunciou o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos. A decisão foi tomada esta segunda-feira em plenário de trabalhadores. "A desconvocação das greves resulta da negociação efetuada com o Governo", adiantou ao Expresso o dirigente sindical Armando Costa.

"Há um acordo com o Governo que assegura a mediação de dois ministérios, o da tulela do sector aeroportuáriuo e o ministério do Trabalho para moderarem as negociações com os trabalhadores da segurança", explicou Armando Costa.

Relativamente às reivindicações dos trabalhadores da assistência em escala da Groundforce e da Portway - o designado "handling" - que exigiram que as empresas Groundlink e Ryanair cumprissem a lei, a mesma fonte sindical referiu que estas duas empresas ficam vinculadas ao cumprimento das obrigações impostas pelo decreto-lei 275/89, que estabelece as regras da contratação coletiva do sector.