Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Défice orçamental atinge 2,5% até setembro

O défice das administrações públicas fixou-se em 3.405,6 milhões de euros, ou seja, 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O défice orçamental das administrações públicas fixou-se em 3.405,6 milhões de euros, ou seja, 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Estes números fazem parte das contas nacionais trimestrais por sector institucional divulgadas hoje pelo INE e que revelam que o défice tem vindo a diminuir progressivamente desde o início do ano. No primeiro trimestre estavam em 3,1% do PIB, no segundo baixou para 2,6% e no terceiro caiu para 1,7%.

O valor agora revelado para os primeiros nove meses do ano corresponde ao limite fixado por Bruxelas para o ano de 2016. Esta semana, o Primeiro-ministro assegurou que ficaria abaixo dos 2,5%. A meta do governo, aliás, é de 2,4%.

Em reação aos números do INE, o ministério das Finanças sublinha que "o desempenho das contas públicas reforça o compromisso do Governo com as metas estipuladas". E acrescenta: "Paulatinamente, trimestre após trimestre, ultrapassam-se assim as previsões infundadas de algumas instituições nacionais e internacionais e de alguns analistas de mercado. A credibilidade do processo orçamental português sai desta forma reforçada com estes resultados."