Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Défice orçamental acelera queda em novembro

Execução orçamental até novembro revela redução de 394 milhões de euros face aos primeiros onze meses do ano passado

A redução do défice orçamental acelerou em novembro, segundo revelou o ministério das Finanças. "Até novembro, o défice das Administrações Públicas (AP) diminuiu 394 milhões de euros face ao mesmo período do ano passado", lê-se no comunicado enviado às redações. Em outubro, a descida do défice face a 2015 estava em 357 milhões de euros.

As Finanças explicam que se trata de "um desempenho que resultou do aumento de 1,9% da receita, superior ao crescimento de 1,3% da despesa" e sublinham ainda que o "saldo primário [sem juros] das Administrações Públicas foi positivo: 3 646 milhões de euros, o que representa uma melhoria de 713 milhões de euros face a 2015".

Estes dados da execução orçamental, que estão em contabilidade pública (ótica de caixa), são conhecidos no mesmo dia em que o Instituto Nacional de Estatística divulgou o défice em contas nacionais (ótica de compromissos, o critério relevante para o Bruxelas). Nos primeiros três trimestres deste ano, o défice em contas nacionais ficou em 2,5%, precisamente o limite imposto pela Comissão a Portugal para este ano.