Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Construtora de Braga requalifica central de gás na Bélgica

A AGM ganha uma nova empreitada na Bélgica de três milhões de euros

A construtora de Braga Agremarco (AGM) reforçou a sua carteira na Bélgica, ganhando uma subempreitada de requalificação de uma antiga estação e central de gás na cidade de Sint-Truiden, no norte do país. A adjudicação vale três milhões de euros e representa e o maior contrato no mercado belga.

O espaço da antiga central acolherá um edifício multifunções, entre as quais um centro de juventude com salão de festas e auditório, uma escola primária e uma área residencial.

A obra, com 24.000 m2 de construção arranca em janeiro de 2017, após a conclusão dos trabalhos de despoluição e descontaminação dos solos da antiga estação. A AGM realizará a estrutura de betão armado, alvenaria e revestimento de fachadas em tijolo à vista.

A construtora belga que recorreu aos serviços da AGM é seu principal cliente no páis. Esta nova adjudicação “reflete a confiança na capacidade da empresa e uma crescente presença no mercado belga”, sublinha Nuno Vieira, director geral da AGM.

Na Bélgica, carteira de obras, centrada na renovação do parque escolar, centros sociais e escritórios, sobe para 7,5 milhões de euros.

Reino Unido na mira

Fundada em Braga no ano em que o sector em Portugal começava a desabar (2011), a AGM apostou logo na frente externa, concentrando esforços nos mercados europeus e escrutinando oportunidades no Médio Oriente, a partir de uma base no Dubai.

A Bélgica foi o mercado em que mais prosperou, representando 75% da produção (8 milhões de euros em 2016) e empregando 100 assalariados. Em 2017, o mercado alvo da construtora é o Reino Unido.