Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Os norte-americanos apaixonaram-se pelo nosso Natal

PREVISÃO. Turismo de Lisboa espera um mês de dezembro muito positivo

MARCOS BORGA

Há “perspetivas muito positivas” em relação à ocupação hoteleira e às receitas geradas pelos turistas durante a época festiva. Aposta da TAP nos EUA está a contribuir para o crescimento do número de visitantes norte-americanos

“Todos os indicadores revelam que será um mês de dezembro muito positivo”, à semelhança do que se tem registado ao longo de todo o ano. Quem o diz é Vítor Costa, diretor do Turismo de Lisboa. Embora ainda sem números sobre a taxa de ocupação hoteleira, “continuamos a crescer, quer em número de turistas, quer em receitas. Este mês será melhor do que o do ano passado, porque a tendência, ao longo do ano, tem sido essa”, adiantou Vítor Costa esta semana à agência Lusa.

As razões para o crescimento prendem-se, segundo Vítor Costa, com uma maior promoção turística nas vias aéreas e também com o facto de as pessoas colocarem “quase como primeira prioridade” viajar.

“Vamos ter mais turistas franceses, pela primeira vez, do que espanhóis, que sempre foi o nosso mercado mais forte. Essa será a grande novidade deste ano”, adiantou. Além de franceses e espanhóis, os ingleses são os turistas que mais procuram a capital, registando-se ainda um crescimento de turistas vindos dos Estados Unidos.

A contribuir para este crescimento está a aposta da TAP na expansão para o mercado norte-americano. Esta semana, a companhia divulgou ter atingido um novo recorde mensal em novembro, registando um total de transporte de 967.350 passageiros na rede geral, mais 194.550 viajantes do que no mesmo mês de 2015. Os números divulgados traduzem refletem uma subida de 25,2% este mês, face ao ano passado, com destaque para o mercado do Atlântico Norte, que cresceu 155,4%.

A TAP lançou, em julho, o programa “Portugal Stopover” para passageiros que decidem fazer uma pausa de um a três dias para descobrir Portugal na mesma viagem em que visitam também outro destino europeu, sem mais custos de viagem.

Para tal, associou-se a uma rede de mais de 150 parceiros, que proporcionam aos clientes Stopover preços exclusivos em hotéis, oferta de uma garrafa de vinho em restaurantes e experiências gratuitas como passeios de tuk tuk, visita a museus, observação de golfinhos no Sado e degustações.

Esta quarta-feira, a TAP anunciou ter sido galardoada, em Los Angeles, pela revista norte-americana ‘Global Traveler’, com os prémios de “Melhor Companhia Aérea na Europa” e “Melhor lançamento de nova rota (Boston/Lisboa)”. Também a qualidade dos vinhos portugueses servidos a bordo da TAP (classe executiva) foi distinguida com o prémio “Best International Business Class White Wine” (vinho Paulo Laureano Reserva 2014, do Alentejo) e o segundo lugar na classificação “Best International Business Class Red White” (“Churchill’s Estates Grande Reserva 2011”, do Douro).

Trey Urbhan, administrador da TAP, esteve presente na cerimónia da ‘Global Traveler’ e considerou estes prémios “um importante reconhecimento da qualidade do serviço e do produto TAP, num mercado tão exigente como o norte-americano e onde a TAP está apostada em continuar a conquistar cada vez mais clientes”.