Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Estados Unidos, França e China na mira dos hotéis nacionais em 2017

Hoteleiros portugueses fazem um balanço positivo de 2016 e antecipam mais crescimento para o próximo ano, também com hóspedes portugueses

Turistas dos Estados Unidos, da França e da China são os que se revelam mais promissores em 2017 para os hotéis nacionais em termos de "oportunidades de crescimento", segundo um balanço realizado pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).

A expectativa dos hoteleiros no próximo ano mantém-se alta no próximo ano também relativamente ao crescimento esperado nos principais mercados que alimentam a sua operação, designadamente o francês o espanhol e ainda o português. Os hotéis prevêm subir em todos os indicadores, e além do alojamento também esperam mais receitas geradas com os seus bares e restaurantes.

Os hotéis portugueses fazem um balanço positivo de 2016, e segundo um inquérito da AHP, 80% irão fechar o ano com uma melhor taxa de ocupação face a 2015 e 85% terão melhor preço médio por quarto vendido.

Em 2015, a hotelaria nacional registou uma taxa de ocupação de 65,23%, mais 2,52 pontos percentuais face a 2014, e próximo dos 67% de 2007, que segundo a AHP representou o "valor histórico de referência".