Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas europeias seguem negativas à espera da Fed

Eventual subida das taxas de juro por parte da Reserva Federal norte-americana está a condicionar o comportamento das bolsas europeias. A reunião de hoje da Fed é a primeira depois da eleição de Donald Trump

As bolsas europeias seguem hoje negativas, com Lisboa em contraciclo, à espera da reunião da Reserva Federal norte-americana (Fed), que deverá subir as taxas de juro.

Cerca das 08:35 em Lisboa, o Eurostoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, seguia a recuar 0,18%, negociando nos 3.230,73 pontos.

As principais bolsas europeias seguiam a negociar entre as perdas de 0,12% de Frankfurt e de 0,34% de Paris.

Lisboa seguia em contraciclo com as principais congéneres europeias, a avançar 0,12% para os 4.654,48 pontos.

Na Europa, serão divulgados hoje diversos dados macroeconómicos, como a produção industrial de outubro na zona euro, a inflação de novembro em França, o Índice de Preços no Consumidor de Itália e os dados do emprego do Reino Unido.

Nos EUA, aguarda-se pela reunião da Reserva Federal (Fed), a primeira depois da vitória de Donald Trump e na qual se espera um aumento das taxas de juro.

No mercado de matérias-primas, o barril de petróleo Brent, de referência na Europa, seguia a cair na abertura até aos 55,13 dólares, à espera que a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) atualize as previsões sobre a procura e a oferta de petróleo, depois do acordo alcançado por 25 produtores para baixar a produção mundial perto de 2% em 2017.

  • Praça lisboeta fechou a sessão de terça-feira com as ações do BCP a caírem 12,38%, no dia em que o banco espanhol Sabadell anunciou a venda da sua participação