Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banco de Espanha prevê crescimento de 3,2 % alinhando com Governo e Bruxelas

A previsão do Banco de Espanha para o défice público espanhol para 2016 aponta para 4,4% do PIB e revê em baixa a taxa de desemprego, para 19,6% em 2016 e 17,7% em 2017

O Banco de Espanha subiu em uma décima, para 3,2%, a sua previsão de crescimento económico do país para 2017, alinhando esta percentagem com as estimativas do Governo espanhol e da Comissão Europeia.

A instituição publicou hoje a atualização das suas previsões macroeconómicas, onde também subiu em duas décimas, para 2,5%, as estimativas de crescimento da riqueza (PIB) espanhola para 2017.

Por outro lado, o Banco de Espanha revê em baixa a taxa de desemprego, para 19,6 em 2016 e 17,7 em 2017.

A previsão de défice público espanhol para 2016 é de 4,4% do PIB, o que indica que o país irá cumprir a obrigação negociada com a Comissão Europeia no sentido de alcançar um desequilíbrio das contas públicas de 4,6 % do PIB.