Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Aeroporto de Frankfurt reduz tarifas para captar novos clientes

A decisão vai favorecer companhias como a irlandesa Ryanair, que anunciou há um mês que vai passar a fazer voos para Portugal e Espanha desde Frankfurt a partir de finais de março de 2017

O Ministério dos Transportes do estado alemão de Hesse anunciou hoje que autorizou o aeroporto de Frankfurt a conceder descontos a novos clientes durante três anos.

A decisão vai favorecer companhias como a irlandesa Ryanair, que anunciou há um mês que vai passar a fazer voos para Portugal e Espanha desde Frankfurt a partir de finais de março de 2017, especificamente para Faro, Maiorca, Alicante e Málaga.

A companhia aérea Lufthansa, um dos principais clientes do aeroporto de Frankfurt desde há muitos anos, criticou as novas tarifas.

Segundo a Lufthansa, o novo sistema envolve um aumento total injustificado e aos novos clientes a única condição que é colocada para terem tarifas mais baixas é prever um nível de crescimento significativo.

De acordo com a companhia aérea alemã, as novas tarifas preveem uma subida de 1,9% nas taxas de aterragem e descolagem.

"Enquanto as taxas baixam em Londres e Amesterdão, Frankfurt vai aumentá-las e Frankfurt já é um dos aeroportos mais caros da Europa", apontou a Lufthansa em comunicado.

A Lufthansa é o maior cliente do aeroporto de Frankfurt e é também um dos maiores acionistas do Fraport, o gestor aeroportuário, com uma participação de 8,4%.

A companhia prevê operar cinco novos destinos a partir do próximo verão desde Frankfurt: Santiago de Compostela (Espanha), Shannon (Irlanda), Bordéus (França) e as cidades alemãs de Heringsdorf e Paderborn.