Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Política energética e regulação baixam dívida tarifária em quase 700 milhões de euros

Regulador da energia, que completa 20 anos de atividade, admite estar preocupado com a dívida tarifária da eletricidade, mas sublinha que já estão em curso medidas com benefícios para os consumidores

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A dívida tarifária da eletricidade deverá apresentar no conjunto dos anos 2016 e 2017 uma redução de 683 milhões de euros, em resultado de diferentes decisões de regulação e politica energética.

A estimativa foi avançada esta segunda-feira pelo presidente da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), Vítor Santos, durante a comemoração dos 20 anos da ERSE, feita com o lançamento de um livro sobre a regulação da energia em Portugal.

Na mesma ocasião Vítor Santos sublinhou que no atual período regulatório, que vai de 2015 a 2017, a ERSE adotou ainda medidas de contenção de custos em torno dos 900 milhões de euros.

Sobre a intenção do governo de atribuir à ERSE a competência de regulação dos produtos petrolíferos, Vítor Santos considerou ser “um grande desafio” mas prometeu “o maior empenho” nessa nova missão.