Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“Há 1,2 milhões de casas a mais”

Sidónio Pardal, Urbanista e professor universitário

Marcos Borga

Somando os 600 mil fogos devolutos nas periferias das grandes cidades a todos os que estão abandonados um pouco por todo o país, incluindo muitas aldeias praticamente desabitadas, chega-se à conclusão que há 1,2 milhões de casas a mais em Portugal. As contas são de Sidónio Pardal, urbanista, professor universitário e também especialista em fiscalidade aplicada ao património. Muitos daqueles fogos estão nas mãos da banca, que não sabe como se ver livre deles. Estará a solução num banco mau para o imobiliário malparado? "Ninguém fala do assunto. Há um certo autismo nisto. Ninguém quer tratar a verdade de uma forma transparente", explica o professor

A oferta de habitação em Portugal está adequada à procura existente?
Há certas urbanizações que foram projetadas de forma pouco informada e criaram excedentes brutais. E essa parte do imobiliário está a criar problemas de crédito hipotecário malparado.
O mercado imobiliário nacional está perante uma bolha especulativa?
Nas zonas centrais de Lisboa e Porto pode haver alguma especulação. Mas se compararmos este cenário com o de outras cidades europeias não se pode falar em preços especulativos em Portugal.

Leia mais na edição deste fim de semana