Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo britânico reduz participação no Lloyds para 7,99%

O Governo britânico sublinhou que recuperou 17.000 milhões de libras esterlinas (20.400 milhões de euros) dos 20.300 milhões de libras (24.360 milhões de euros) utilizados para o resgate da instituição em 2008, quando adquiriu uma participação de 43%

O Governo britânico informou hoje que reduziu para 7,99% a participação no Lloyds Banking Group, resgatado pelo Estado durante a crise financeira de 2008, através da venda de ações da instituição liderada por António Horta Osório.

Num comunicado, o Governo sublinhou que recuperou 17.000 milhões de libras esterlinas (20.400 milhões de euros) dos 20.300 milhões de libras (24.360 milhões de euros) utilizados para o resgate da instituição em 2008, quando adquiriu uma participação de 43%.

"A venda das nossas ações no Lloyds Banking Group e assegurar que devolvemos todo o dinheiro gasto pelo contribuinte durante a crise financeira é uma das minhas prioridades como titular da Economia", disse hoje o ministro desta pasta, Philip Hammond.

O Governo indicou que toda a receita obtida pela venda das ações servirá para reduzir a dívida britânica.