Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Hotéis vão criar um “Booking português” em 2017

Face à demora do Governo na prometida lei para trazer as estrelas de volta aos hotéis, a associação do sector prepara o lançamento de uma grande plataforma de reservas com toda a oferta nacional

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) está a preparar para 2017 o lançamento de uma grande plataforma de reservas para os hotéis nacionais, em pé de igualdade com a Booking e outros ‘sites’ internacionais, num projeto apoiado em 70% por fundos comunitários.

“Vamos fazer o Booking português”, adianta Raul Martins, presidente da AHP, referindo que isso significa «a hotelaria portuguesa a tomar nas suas mãos um pouco da distribuição e do seu futuro».

A criação da plataforma portuguesa de reservas está a ser acelerada face à «demora» do Governo em aprovar a revisão da lei que irá trazer de volta aos hotéis a classificação por estrelas aos hotéis de forma obrigatória, e que “foi prometida até ao final do ano”.

Segundo o presidente da AHP, a lei que foi alterada em 2014, e que tornou o sistema voluntário, trouxe “impactos muito negativos, pois muitas unidades que não são hotéis, e são alojamento local, intitulam-se como hotéis em ‘sites’ como a Booking”.

“Estes sites avaliam a oferta de forma mais ou menos arbitrária, a fórmula de dar pontuações é por algoritmos, e não podemos ficar reféns dos ‘reviews’, e tendo em conta que muitas unidades nem sequer são hotéis”, sustenta Raul Martins.

A plataforma portuguesa de reservas não será “uma central de venda, mas sim agregadora da oferta, e que encaminha as reservas para os sites dos hotéis, ficando cada um dono do seu negócio”, nem será para “entrar em concorrência directa com a Booking, o que seria uma guerra perdida, salienta o presidente da AHP, referindo haver hotéis em Portugal cujo negócio depende até 90% das reservas da Booking.

A AHP não quantifica ainda o investimento envolvido nesta plataforma, mas adianta que terá comparticipação de 70% dos fundos comunitários do Portugal 2020, designadamente do Sistema de Incentivos às Ações Coletivas (SIAC) do Compete.