Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucro da Sonae Sierra cai 2%

Em termos operacionais, a empresa destaca "bom desempenho" nas vendas dos logistas e nas taxas de ocupação dos centros comerciais

Entre janeiro e setembro os lucros da Sonae Sierra cairam 2% face aos primeiros nove meses do ano passado, para os 92,6 milhões de euros.É uma queda que a empresa explica em comunicado enviado à CMVM, referindo "o menor valor criado nas propriedades de investimento, consequência da menor compressão das yields na Europa".

Em termos operacionais, os ativos da Sonae Sierra registaram "um bom desempenho", com crescimento de 3,3% nas vendas dos lojistas na Europa, numa base comparável, e de 1,4% na raxa de ocupação do portfólio, para os 96,4%, com as rendas a subirem 3,8%, afirma o comunicado.

No Brasil, as vendas registaram uma subida ligeira, de 0,4%, numa base comparável, em reais, e as rendas aumentaram 2,2%.

Num comentário ao desempenho do semestre, o presidente da Sonae Sierra, Fernando Guedes de Oliveira, destaca que a empresa tem "vindo a consolidar o crescimento a nível global".

Nos primeiros nove meses do ano, a Sonae Sierra registou um resultado direto de 40,2 milhões de euros (42,3 milhões em período homólogo), enquanto o resultado indireto se manteve estável, nos 52,3 milhões de euros.

Quanto à dívida da empresa, com um passivo de 1,2 mil milhões de euros no final do terceiro trimestre (menos 152 milhões que em setembro de 2015), o custo médio encontra-se nos 4%, em linha com 2015. Excluindo o Brasil, o custo médio mantém-se, também, nos 3%.