Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

15 empresas a caír na Bolsa de Lisboa

As maiores perdas vêm da Corticeira Amorim e Altri. Pharol e BPI são as únicas do PSI20 a subri

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, estava esta manhã em baixa, acompanhando as congéneres europeias, com 15 títulos a negociar em terreno negativo.

Cerca das 9h em Lisboa, o PSI20 estava a cair 0,71% para 4.591,84 pontos, com 15 ações a desvalorizarem-se, duas a subirem e uma inalterada. As ações da Corticeira Amorim e da Altri eram as que maiores perdas registavam, com quedas de 1,80% para 8,85 euros e 1,43% para 3,09 euros, respetivamente.

No outro extremo, os papéis da Pharol mantinham-se em terreno positivo, com uma subida de 0,40% para 0,25 euros, seguidos dos do BPI avançavam 0,18% para 1,13 euros.

Lisboa seguia em linha com o desempenho das restantes bolsas europeias, com os investidores a aguardarem pela publicação de dados macroeconómicos.

Esta quarta-feira é divulgado o índice PMI industrial da zona euro correspondente a outubro e, na Alemanha, os investidores estarão hoje atentos aos dados do desemprego de outubro e ao relatório anual sobre a conjuntura nacional e a evolução dos mercados financeiro e laboral, realizado pelo grupo dos "cinco sábios" que compõem o conselho assessor de economistas do Governo alemão.

Os mercados em Wall Street, por sua vez, abrirão dependentes da reunião do comité federal do mercado aberto da reserva federal norte americana, bem como da explicação das suas decisões sobre política monetária.

No mercado de matérias-primas, o barril de petróleo Brent, de referência na Europa, descia para 47,83 dólares, o seu nível mais baixo desde final de setembro, enquanto no mercado de divisas o euro subia até aos 1,1063 dólares.