Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucros da The Navigator Company caem mais de 5% no terceiro trimestre

Resultados líquidos caem para 134,3 milhões de euros e as vendas também sofrem queda

Os lucros do grupo The Navigator Company caíram 5,4% no terceiro trimestre do ano face ao período homólogo de 2015, para os 134,3 milhões de euros, informou esta quinta-feira a empresa cotada. No mesmo período do ano passado, os resultados líquidos fixaram-se nos 141,9 milhões de euros, compara a empresa no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O grupo nacional, um dos principais 'players' mundiais no mercado da pasta e do papel, viu também as vendas reduzirem-se neste período para os 376,8 milhões de euros (-4,4%), refletindo um “abrandamento do negócio de papel”.

Na comparação homóloga, a The Navigator Company sublinha um “desempenho operacional positivo, com crescimento dos volumes de vendas de papel (+2%), de pasta (+9%) e de ‘tissue’ (+27%)”. Estes crescimentos permitiram “atenuar a evolução negativa dos preços de pasta e papel”.

O volume de negócios foi “penalizado pelo decréscimo de vendas de energia resultante da aplicação das novas tarifas e consequente passagem para autoconsumo tal como já anunciado anteriormente (- 51,2 milhões de euros no volume de negócios)”, acrescenta.

Apesar de as vendas e os resultados líquidos terem baixado, o grupo The Navigator Company aponta para o "recorde de vendas de papel em volume e em valor, atingindo 1.156 mil toneladas e 890 milhões de euros”.

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 2,6%, para 301,5 milhões de euros, e a margem EBITDA/Vendas subiu para 26,1%, indica a nota enviada ao mercado.

O grupo refere ainda que a reestruturação do endividamento “permite uma melhoria significativa dos resultados financeiros”.