Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mercado elétrico ganha nova oferta de preço fixo

A PH Energia lançou uma nova marca para a comercialização de eletricidade no mercado liberalizado, que visa dar ao consumidor doméstico um preço estável na sua fatura, a acertar em função dos preços reais praticados no mercado grossista

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A empresa portuense PH Energia, que já opera no mercado liberalizado de eletricidade através da marca Energia Simples, acaba de lançar a marca 2Easy Energy, que será, na prática, um tarifário único de venda de eletricidade para consumidores domésticos, com uma mensalidade fixa para a fatura.

A 2Easy Energy irá praticar mensalidades entre os 12 euros e os 65 euros, consoante o perfil de consumo (para potências contratadas de 1,15 kVA a 6,9 kVA). Para um consumidor com uma potência de 3,45 kVA, por exemplo, a empresa sugere a contratação da mensalidade de 37 euros.

As mensalidades incluem uma comissão de serviço do comercializador (a PH Energia), que será de 2 euros mensais nas mensalidades de 12 a 60 euros e de 3 euros mensais na mensalidade de 65 euros.

A cada três meses, ou quando o operador da rede de distribuição realizar as leituras reais de consumos, a 2Easy Energy enviará uma fatura de acerto ao cliente, tendo em conta as mensalidades já pagas, as taxas e impostos aí incluídos (IVA, contribuição audiovisual, entre outras rubricas) e os custos incorridos pelo comercializador, em função do preço da energia no mercado grossista.

Os responsáveis da PH Energia acreditam que os seus clientes poderão alcançar uma poupança de 6% a 10% face aos preços do mercado regulado de eletricidade, mesmo tendo em conta a comissão de serviço cobrada pela 2Easy Energy.

Por outro lado, a empresa assegura que irá reportar aos seus clientes os preços a que efetivamente compra a energia no mercado grossista de eletricidade, e sobre os quais não aplicará nenhuma margem (já que a rentabilidade da empresa virá exclusivamente da comissão mensal fixa).

Manuel Azevedo, um dos fundadores da PH Energia, assume que a 2Easy Energy “é uma marca experimental”, mas acredita poder ter alguma adesão sobretudo junto do público mais jovem, pela simplicidade do tarifário praticado.

Atualmente, a PH Energia opera no mercado liberalizado com a marca Energia Simples, que tem mais de 8 mil clientes, na sua maioria empresariais.

A PH Energia, que conta com 17 funcionários, e uma força comercial externa de meia centena de colaboradores, gere o atendimento aos clientes com a sua própria estrutura. Em 2015, a empresa obteve um resultado líquido positivo de 15 mil euros, mas este ano a companhia deverá alcançar um lucro de 2,5 milhões de euros, com uma faturação global na casa dos 40 milhões, segundo Manuel Azevedo.

A empresa, que tem ainda um negócio de produção de energia a partir de instalações fotovoltaicas, tem três sócios fundadores com 55% do capital, estando o restante com duas entidades de “business angels”, entre os quais o empresário Basílio Simões, fundador da ISA Energy.