Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Atual imposto sobre casas de luxo offshore só rende 70 mil euros

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, diz que só havia três empresas abrangidas pelo atual imposto de selo para casas registadas offshore e com valor acima de um milhão de euros

“As entidades em paraísos fiscais abrangidas pela atual tributação são três empresas. Na verdade, eram três e agora são duas. Totalizam 70 mil euros, A eficácia do atual sistema na tributação de empresas em offshore é esta”. Foi assim que o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, respondeu às críticas do PSD a propósito o atual imposto de selo sobre o património de luxo, que agora tributa casas acima de um milhão de euros.

O que está em causa é a passagem de um imposto de 7,5% sobre casas cujo valor patrimónial se situe acima de um milhão de euros para uma taxa de 0,3% sobre as casas mais caras, mas apenas para o valor patrimonial acima de 600 mil euros.