Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Euro em mínimos de sete meses

Analistas aguardam nova reunião do BCE, em dezembro, sobre eventuais alterações da política monetária

A moeda única europeia está a negociar em valores mínimos dos últimos sete meses face ao dólar, depois do presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, ter informado, quinta-feira, que o programa de estímulos à economia não teria um "fim abrupto".

Só este mês, o euro já caiu 2,9% e pode perder mais 0,7%, dizem analistas citados pela agência Bloomberg. Esta sexta-feira, a moeda europeia perdeu 0,6%.

Na sessão de hoje, o euro cair pelo quarto dia consecutivo para os 1,0907 dólares (0,2%), depois de já ter batido nos 1.0896 dólares, o valor mais baixo desde 10 de março.

Esta descida acontece depois da reunião do BCE, ontem, em Frankfurt, ter terminado com a decisão de manter a política monetária da instituição e a taxa de referência nos 0%.

No final da reunião, Mario Draghi garantiuque o BCE não está a considerar uma redução dos estímulos à econimia, deixando os analistas à espera da reunião do BCE, em dezembro, para conhecerem eventuais mudanças na política europeia, que tem conduzido à desvalorização da moeda, beneficiando potencialmente a força exportadora da UE.