Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

2,7 mil milhões de euros para investir em ferrovia

  • 333

Plano Ferrovia 2020 terá "uma forte componente de cofinanciamento europeu" e prevê a construção de 214 quilómetros de novas linhas e a modernização de 900 quilómetros das existentes

No âmbito do Plano Ferrovia 2020, o Orçamento do Estado para 2017 prevê um investimento global de 2,7 mil milhões de euros, quer para a construção de novas linhas ferroviárias, numa extensão de 214 quilómetros, quer para a modernização de linhas existentes, em cerca de 900 quilómetros.

"Estes investimentos incluirão ainda o arranque da instalação do sistema europeu de gestão de tráfego ferroviário, o aumento do comprimento de cruzamento dos comboios para 750m e a preparação da migração para a bitola standard", lê-se no relatório do Orçamento do Estado para 2017.

Através do plano Ferrovia 2020, o Governo prevê obras no troço Covilhã-Guarda (corredor internacional norte), no troço transfronteiriço (corredor internacional sul), na Linha do Norte (Ovar – Gaia) e os trabalhos de eletrificação na Linha do Minho.

"Estes projetos ferroviários terão uma forte componente de cofinanciamento europeu, através do Portugal 2020 ou de outros mecanismos e instrumentos europeus, tal como o Mecanismo Interligar a Europa", refere o relatório.