Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bancos americanos vão retirar atividades do Reino Unido

  • 333

As atividades de bancos norte americanos serão transferidas para outros países europeus devido ao Brexit

O ministro das Finanças francês disse esta quinta-feira que dirigentes de bancos dos EUA lhe confirmaram que vão transferir algumas atividades do Reino Unido para outros países europeus, devido à saída do país da União Europeia.

Michel Sapin, que falava durante uma conferência de imprensa em Paris, afirmou que até agora os bancos norte-americanos estavam com uma posição de 'esperar para ver' em relação aos seus investimentos britânicos.

“Para eles, até agora, as questões eram ‘será que o Brexit [saída do Reino Unido da EU] vai ocorrer? Será que vai mesmo ser concretizado? Fala-se em dois anos, mas será que pode durar três ou quatro anos?’”, especificou. Mas, contrapôs Sapin, que visitou Washington na semana passada, “isso acabou”.Agora, “já não se trata de exprimir dúvidas sobre se o Brexit vai ocorrer”. Pelo contrário, a posição é “vai haver Brexit dentro de dois anos e depois de dois anos nós vamos ter de tomar decisões”.

Segundo Sapin, alguns bancos já decidiram “quais as atividades a transferir para o Continente”.
Paris é uma de várias cidades que esperam atrair instituições financeiras baseadas em Londres, se os bancos decidirem transferir-se para a Europa continental para salvaguardar as suas operações no espaço da União Europeia.

A este propósito, Sapin adiantou que a França estava a trabalhar num plano para promover Paris como futura capital financeira.