Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Acionistas do BCP podem receber 2,57 cêntimos por cada ação que sobrar da fusão

  • 333

O BCP esclareceu que no âmbito da fusão de 75 ações numa só o banco pagará 2,57 cêntimos aos acionistas por cada ação que sobrar até dia 21 de outubro.

O BCP vai proceder a um reagrupamento das ações representativas do seu capital social, sem redução do capital social. Os acionistas ficarão com uma ação por cada lote de 75 ações que detenham.

O reagrupamento é automático sem que os acionistas precisem de fazer nada mas se tiverem ações que não cheguem para trocar por uma, o BCP paga por estas 2,57 cêntimos, uma contrapartida que será recebida pelos até 8 de novembro. Ou adquirir mais ações para prefazer um lote de 75 ações para trocar por uma acção.

"Os acionistas que o desejarem poderão, até ao dia 21 de outubro, inclusive, proceder ao acerto dos seus lotes de ações, através da compra ou venda de ações BCP para a obtenção de um número total de ações detidas que seja múltiplo de 75, tendo em vista o reagrupamento", diz o banco.