Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Norges Bank reforça nos CTT

  • 333

Alberto Frias

O banco central norueguês reforçou em 1,3%. a sua participação accionista nos CTT, para 5,58%.

O Norges Bank, o banco central norueguês reforçou para 5,58% sua participação nos CTT- Correios de Portugal.

O reforço, concluído no início de outubro, representou a compra de mais 1,4% do capital da empresa, liderada por Francisco Lacerda, de acordo com um comunicado enviado esta quinta-feira à CMVM. O reforço traduz um investimento de 11,8 milhões de euros.

A relação do Norges Bank com os CTT tem sido oscilante, com venda e compras regulares de ações que alteram a sua posição acionista, sempre à volta dos 5%,

O anterior movimento levara à redução da exposição. No início de setembro optou por reduzir e passara de 5,1% para 4,47%.

Segundo o comunicado do banco, se forem tidos em conta os direitos detidos através de instrumentos financeiros, a sua posição Bank nos CTT ascende a 5,65%.

CTT perde 35% do valor

A estes movimentos do Norges Bank não será alheia a volatilidade e quebra das ações dos CTT que perdem 35%, em 2016. A sua capitalização voltou a ser inferior aos 900 milhões de euros. O banco norueguês acredita que a empresa está a desconto.

A ação dos CTT tornara muito popular entre os estrangeiros que, entretanto, desataram a vender por terem concluído, segundos os analistas, que tinham sobrestimado o valor do negócio dos serviços financeiros. E a iniciativa de lançar um banco, num momento em que o sector é diabolizado, tornou-se em mais um fator penalizador. Os resultados semestrais também não ajudaram Em 2016, os CTT perderam 480 milhões em bolsa.

Na sessão desta sexta-feira, os CTT abriram a negociar em baixa (-0,96%), cotando a 5,69 euros