Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vitor Gaspar sobre os ‘Panama Papers’: É simplesmente inaceitável que os ricos não paguem

  • 333

O ex-ministro das Finanças português e atual diretor do Departamento de Assuntos Orçamentais do FMI voltou a condenar a fuga legal e ilegal ao pagamento de impostos na conferência de imprensa que hoje deu em Washington

Jorge Nascimento Rodrigues

“É simplesmente inaceitável haver a perceção que os ricos não estão a pagar a sua parte no esforço fiscal e que usem meios legais e ilegais para evitar os impostos”, disse esta quarta-feira, em Washington, Vítor Gaspar, diretor do Departamento de Assuntos Orçamentais do Fundo Monetário Internacional (FMI) na conferência de imprensa de apresentação do ‘Fiscal Monitor’.

O ex-ministro das Finanças, que geriu a primeira parte de austeridade do resgate em Portugal, reafirmou a condenação que já havia feito em abril, aquando da assembleia de primavera do FMI. Gaspar sublinhou que o fenómeno é “universal” e que a abertura e transparência que se exige, agora, é de “relevância global” e com impacto nos cidadãos. “As pessoas estão profundamente preocupadas com este tema. É uma questão de justiça fundamental”, referiu.

No entanto, sublinhou que a situação atual é “muito melhor” do que na época a que se referem os documentos divulgados pelo processo dos ‘Panama Papers’. Mas impõe um “apelo à ação”. “É fundamental que a informação necessária sobre os impostos esteja disponível de modo a que os contribuintes possam estar confiantes que cada um paga a sua parte”, concluiu.