Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Negociações por computador preocupam regulador da bolsa

  • 333

Para Carlos Tavares a negociação de alta frequência tem muitos riscos

A negociação de alta frequência (high frequency trading) é uma das inovações financeiras que preocupa o presidente da CMVM. Carlos Tavares espera que desta vez os reguladores consigam evitar o pior.

Os reguladores europeus dos mercados de capitais devem agir com rapidez para impedir que a inovação financeira acabe por levar a uma nova crise financeira, disse Carlos Tavares, presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"Espero que mais uma vez não se haja relativamente tarde", afirmou nesta segunda-feira, num evento na sede da CMVM em Lisboa.

Sublinhou que os reguladores europeus devem atuar preventivamente para evitar uma nova crise como a de 2008, proibindo, por exemplo, novos produtos financeiros duvidosos.

Lembrou que falta mais de um ano para a entrada em vigor da nova directiva referente aos mercados de capitais e que ate lá os riscos persistem.

E sublinhou que "a situação nos mercados financeiros não permite que haja facilidades ou adiamentos de decisões".

Carlos Tavares esta preocupado com a negociação de alto rendimento "que neta altura já comporta riscos significativos" e teme os efeitos que pode ter no futuro.

Ate porque "40% da negociação faz-de nesta modalidade". Para Carlos Tavares, nada garante que os algoritmos utilizados não possam ser programados para manipular preços nos mercados.