Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

As Caves de Vinho do Porto vão ter cama, mesa e roupa lavada

  • 333

Proposta para ir além das tradicionais provas é da Sogrape e do grupo The Independente Collective, a investir num hostel pioneiro nas Caves da Sandeman, em Gaia

Quer dormir nas Caves do Vinho do Porto? A Sogrape e o grupo The Independente Collective acreditam que há turistas prontos a aceitar o desafio, por isso vão criar um hostel nas Caves da Sandeman, em Gaia, num investimento de um milhão de euros que poderá receber os primeiros hóspedes dentro de um ano.

O novo The House of Sandeman Hostel & Suites by The Independente Collective apresenta-se como um "projeto pioneiro", com 10 suites e cinco camaratas num total de 73 camas, restaurante, esplanada, bar, sala de convívio e sala para eventos.

A par do alojamento nas caves, em que a receção será um bar, o conceito assume-se como "o primeiro branded hostel do mundo", salienta Duarte D´Eça Leal, fundador do The Independente Collective, certo de que esta parceria com a Sogrape, através da Sandeman, no portfólio da empresa de vinhos desde 2002, "permitiu criar um projeto diferenciador".

Na apresentação do projeto, que deverá entrar em fase de obras já no início de outubro, Fernando Guedes, presidente executivo da Sogrape, assumiu também que "este projeto permite à Sandeman aproximar-se de um consumidor mais jovem e descomprometido".

A ligação entre os dois grupos começou em Lisboa, numa parceria para promover os vinhos da Sogrape num dos restaurantes do The Independente Collective. "Eles acreditaram no nosso modo de trabalhar e abordaram-nos para trocar impressões sobre a viabilidade de desenvolvermos um projeto naquele espaço, com o objetivo claro de diferenciação face à concorrência e de abrir portas ao rejuvenescimento dos clientes de vinho do Porto", refere Duarte D´Eça Leal.

A ideia amadureceu alicerçada no potencial de atração turística das caves de vinho do Porto, em Gaia, um dos principais destinos turísticos do país, com mais de um milhão de visitantes por ano, 100 mil dos quais recebidos precisamente na casa Sandeman.

Dentro do conceito do enoturismo, poderá haver ligação ao Douro, à Quinta do Seixo, da Sandeman e a oferta de um conjunto de experiências ligadas a esta marca de vinhos.

O público alvo poderá coincidir com os clientes do The Independente Hostel & Suites e do seu vizinho Suites & Terrace, em Lisboa, o que significa abranger uma faixa etária entre os 23 e os 35 anos e países como a Espanha, França, Inglaterra, Alemanha, países nórdicos, Estados Unidos, Brasil, Rússia, Austrália ou Coreia do Sul.

Fundado em 2011, por quatro irmãos, este grupo que soma prémios e referências internacionais e tem como missão "desenvolver uma indústria da hospitalidade num segmento não hoteleiro de alojamento, com opções irreverentes" ocupa dois palácios vizinhos em S. Pedro de Alcântara, em Lisboa, onde também tem os restaurantes The Decadente, The Insólito e Trincas, a que junta a guest house Uva do Monte, em Melides no Alentejo, e o cocktail bar Cobre, na Rua do Alecrim (Lisboa).

Nos seus projetos, está o desenvolvimento de mais uma unidade em Tavira, sem excluir novos conceitos ligados ao enoturismo noutras regiões do país e o cruzamento da oferta de forma a criar "uma viagem por Portugal".

Já a Sogrape, uma das maiores empresas de vinho da Península Ibérica, na terceira geração, com 1.500 hectares de vinhas em Portugal, Espanha, Argentina, Nova Zelândia e Chile, vende os seus vinhos em mais de 120 países e integrou a casa Sandeman no seu portfólio em 2002.