Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banco de Portugal: malparado das famílias estabiliza em agosto

  • 333

O rácio do crédito vencido dos empréstimos concedidos às famílias manteve-se em 5,2%, ao passo que o das sociedades não financeiras aumentou 0,2 pontos percentuais, para 16,7%

Os indicadores de incumprimento dos empréstimos concedidos às famílias não se alteraram em agosto relativamente ao mês anterior: o rácio de crédito vencido manteve-se em 5,2% e a percentagem de devedores com crédito vencido em 14,1%, de acordo com dados divulgados esta terça-feira pelo Banco de Portugal.

Já o rácio de crédito vencido das sociedades não financeiras aumentou 0,2 pontos percentuais, para 16,7%. A percentagem de devedores com crédito variou 0,1 pontos percentuais, fixando-se em 29,5%. As empresas privadas exportadoras apresentaram um rácio de crédito vencido de 7% (+0,2 pontos percentuais face a julho) e uma percentagem de devedores com crédito vencido de 10,6% (+0,3 pontos percentuais do que no mês anterior).

No que diz respeito à taxa de variação anual (tva) dos empréstimos concedidos pelo sector financeiro em agosto, a das famílias manteve-se em -1,7%. A tva do crédito à habitação permaneceu em -2,7%, ao passo que a do crédito ao consumo e outros fins aumentou 0,3 pontos percentuais, situando-se em 3%.

A tva dos empréstimos concedidos às sociedades não financeiras diminuiu 0,3 pontos percentuais, situando-se em -2,5%. Nas empresas privadas exportadoras, a tva dos empréstimos também decresceu, neste caso, 0,7 pontos percentuais em relação ao mês anterior, fixando-se em -0,3%.