Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Estado vende €37,5 milhões em edifícios

  • 333

O Quartel da Estrela foi o mais caro do lote de imóveis alienados pelo Estado nos primeiros seis meses 
do ano - €9,7 milhões

José Caria

Diversidade marca a procura de imóveis. A esmagadora maioria situa-se em Lisboa

Marisa Antunes

Jornalista

Nos primeiros seis meses deste ano, a Estamo, empresa do grupo Parpública que gere o património imobiliário do Estado, encaixou €37,5 milhões com a venda de edifícios a privados. É uma média mensal superior a €6 milhões distribuídos por 13 imóveis, de variados tipos, desde casas apalaçadas a antigos quartéis militares ou edifícios de escritórios.

O Quartel da Estrela, em Lisboa, foi aquele que atingiu o maior valor de venda — €9,7 milhões, adquirido pela Primosfera, uma empresa de investimentos imobiliários.

Propriedade da Estamo desde 2009, o quartel da Estrela acolheu a Unidade de Segurança e Honras do Estado da GNR, responsável pela segurança de edifícios de órgãos de soberania como a Assembleia da República e cuja permanência implicava uma renda de €24 mil mensais. Em 2015, os militares foram transferidos para o quartel do Conde de Lippe, na Calçada da Ajuda, deixando o imóvel disponível para ser alienado.

Leia mais na edição deste fim de semana