Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal paga menos em leilão de dívida de curto prazo

  • 333

Portugal colocou hoje 2.250 milhões de euros a seis e a 12 meses. O valor colocado é superior ao previsto inicialmente. As taxas médias recuaram e ficaram em terreno negativo em ambas as maturidades.

Portugal colocou 2.250 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses pagando menos do que nos leilões anteriores.

O IGCP-Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública anunciou que foram colocados 500 milhões de euros no prazo mais curto e 1.750 milhões de euros a 12 meses.

As taxas médias ponderadas desceram em ambos os prazos para -0,033% e -0,014%, respetivamente, face a -0,003% e 0,007%, segundo a Reuters

A procura subiu para 2,04 vezes a oferta no prazo a seis meses e desceu para 1,6 vezes no prazo a 12 meses.

"Portugal continua a emitir com sucesso e os investidores continuam a ter apetite por dívida portuguesa", diz Filipe Silva, direyor de gestão de ativos do Banco Carregosa.

"A conseguir taxas negativas nos dois prazos, não admira que Portugal tenha aproveitado para emitir 500 milhões de euros a mais do que o que tinha como objetivo, até porque nas últimas semanas houve um agravamento do prémio de risco da dívida portuguesa, sobretudo na dívida mais longa", refere.

Destaca que "as duas taxas negativas acabam por não ser grande surpresa porque estão em linha com o que está a ser praticado no mercado".