Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BPI tem €66 milhões por repatriar de Angola

  • 333

Rui Duarte Silva

A referência aos dividendos retidos surge na carta que a administração do BPI enviou à Unitel, de Isabel dos Santos, propondo a compra de 2% (por 14 milhões de euros) do Banco de Fomento de Angola

O BPI tem 66 milhões de euros retidos em Angola. O valor resulta dos dividendos distribuídos pelo Banco de Fomento de Angola (BFA) nos anos de 2014 e 2015 e cuja transferência para Portugal não foi ainda possível. Angola debate-se com falta de divisas e concede prioridade às importações de bens essenciais.

A referência aos dividendos retidos surge na carta que a administração do BPI enviou à Unitel, de Isabel dos Santos, propondo a compra de 2% (por 14 milhões de euros) do BFA.

O BPI refere que conta "com os esforços da Unitel e do BFA, no respeito pelas leis angolanas" para que possa receber aquele valor até ao dia 9 de dezembro de 2016.

A data referida tem uma explicação. É a 9 de dezembro que deve ocorrer o pagamento pela Unitel de uma prestação de 30 milhões de dólares. O pagamento decorre do negócio celebrado em 2008, aquando da venda pelo BPI de 49,9% do BFA