Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Confiança dos consumidores piora em agosto mas clima económico melhora

Os indicadores de confiança do Instituto Nacional de Estatística são calculados através de médias móveis de três meses dos saldos de respostas extremas a inquéritos

O indicador de confiança dos consumidores piorou em agosto pelo quarto mês consecutivo e o clima económico melhorou em julho e agosto, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, o indicador de confiança dos consumidores (calculado através de inquéritos a particulares) piorou em agosto, alcançando os -13,3 pontos (11,9 pontos em maio, -12,6 pontos em junho e -13,0 pontos em julho).

"O indicador quantitativo do consumo privado desacelerou entre maio e julho, refletindo, em larga medida, o crescimento menos expressivo do consumo duradouro no último mês", refere o INE.

O indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários sectores de atividade), por sua vez, melhorou em agosto para os 1,4 pontos (1,3 pontos em julho e 1,2 pontos em junho).

O indicador de atividade económica, por sua vez, diminuiu entre junho e julho (dos 1,8 pontos para os 1,5 pontos).

O indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) diminuiu em julho, "em resultado do contributo mais negativo da componente de construção e do contributo menos positivo da componente de material de transporte", acrescenta o INE.

Os indicadores de confiança do INE são calculados através de médias móveis de três meses dos saldos de respostas extremas a inquéritos. Um número negativo significa que houve mais respostas pessimistas do que otimistas.