Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Exportações têm em julho a maior queda dos últimos dois anos

  • 333

Ana Baião

Exportações cairam 4,6% em julho face ao mesmo mês de 2015. As importações também desceram 7,2%

Em julho, as exportações portuguesas caíram 4,6% face ao mesmo mês do ano passado, refere o Instituto Nacional de Estatística - INE nas "Estatísticas do Comércio Internacional", hoje divulgadas. É a maior queda neste indicador desde abril de 2014.

Do lado das importações, a quebra foi de 7,2%, um recorde nos últimos 18 meses, o que ajudou no desempenho final da balança comercial.

O défice da balança comercial de bens em julho situava-se nos 557 milhões de euros, menos 174 milhões face ao mesmo mês de 2015. Excluindo combustíveis e lubricantes, o défice ficou nos 353 milhões de euros, 13 milhões abaixo do ano passado.

No trimestre terminado em julho, as exportações de bens cairam 2,3% e as importações desceram 3,9%.

Entre os países de destino das exportações portugueses, o maior impacto negativo do lado das exportações veio dos destinos extra-UE, com quedas de 39,9% em Angola, 22,6% nos Estados Unidos e 29,6% na China.

Nas importações, Espanha, o principal parceiro comercial de Portugal, foi o país que mais contribuiu para a redução em julho, tendo atingido uma variação homóloga de -5,7%.