Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caixabank acredita que há tempo para OPA do BPI

  • 333

Gustau Nacarino / Reuters

A suspensão da Assembleia Geral do BPI esta quarta-feira não impedirá que a OPA do CaixaBank chegue ao mercado, admite o banco espanhol

“O CaixaBank espera que este novo adiamento de 15 dias permita dar mais tempo para que possa surgir uma decisão judicial sobre a providência cautelar. Esse prazo, além disso, permitiria cumprir os prazos previstos na oferta, segundo o compromisso com o BCE”, é esta a afirmação de fonte oficial do banco espanhol.

A nova Assembleia Geral do BPI decorrerá no próximo dia 21 de setembro. Até lá, o catalão La Caixa espera que já haja uma resposta judicial às providências cautelares colocadas pelo acionista Violas, detentor de 2,6% do capital. Foram essas providências cautelares que esta terça-feira obrigararam à suspensão da reunião magna de acionistas pela segunda vez.

A poucos minutos do fecho da sessão, as ações do BPI registavam uma desvalorização de 1,66% para 1,067 euros. Os títulos estão a ser penalizados pela incerteza em relação ao desfecho da OPA da CaixaBank.