Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banca financia mais o Estado que as empresas

  • 333

Segundo o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, o peso dos bancos portugueses no financiamento do Estado estava em 24%

José Carlos Carvalho

O endividamento do Estado está em máximos e o seu financiamento pela banca aproxima-se do nível registado de 2010. Pelo contrário, o crédito à economia real continua a cair

A exposição do sector bancário nacional à dívida pública portuguesa voltou a um nível que faz regressar o fantasma desta ‘ligação’ de alto risco. Ao mesmo tempo que aumentou o crédito ao Estado desde o ano da saída da troika, a banca portuguesa reduziu o financiamento a empresas privadas e famílias. No final do primeiro semestre deste ano, segundo o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, o peso dos bancos portugueses no financiamento do Estado estava em 24%. Um nível já muito próximo dos 25% registados no final de 2010, o ano anterior ao resgate.

Neste ano e meio pós-troika, o financiamento da dívida pública pelos bancos subiu mais de cinco pontos percentuais, aumentou quase €20 mil milhões. A maior parte deste valor está relacionado com títulos de dívida com prazo superior a um ano, ou seja, essencialmente Obrigações do Tesouro. Em compensação, o peso do financiamento vindo do exterior desceu de 53% no final de 2014 para 49% em junho de 2016.

Leia mais na edição deste fim de semana