Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

250 mil copos reutilizáveis invadiram festivais

  • 333

Super Bock deu o pontapé de saída. Sociedade Ponto Verde quer lançar projeto semelhante nos festivais de música do próximo ano

Copos reutilizáveis da Super Bock foram desenvolvidos pela multinacional francesa Ecocup

Copos reutilizáveis da Super Bock foram desenvolvidos pela multinacional francesa Ecocup

DR

A Super Bock aproveitou os festivais de verão para pôr à venda copos reutilizáveis, que permitem diminuir o número de copos de plástico desperdiçados. Entre o Super Bock Super Rock, o Nos Primavera Sound, o Meo Sudoeste e o Vodafone Paredes de Coura, a marca de cerveja da Unicer colocou à disposição dos festivaleiros mais de 250 mil unidades, a €2 cada.

“A introdução do conceito de copos reutilizáveis nestes eventos que atraem milhares de pessoas é a nossa mais recente aposta na área da sustentabilidade, que poderá vir a ser alargada a outros eventos que apoiamos”, justifica fonte da Unicer, referindo-se aos copos que permitem múltiplas lavagens e utilizações e que podem ser devolvidos no final, recuperando os €2. A multinacional francesa Ecocup foi a empresa escolhida para desenvolver este projeto, cujas poupanças económicas não são reveladas pela Unicer. Em relação à percentagem de copos que não são devolvidos também não há números.

“A Super Bock tem diferentes visuais nos copos ecológicos, com o tema música como inspiração. Os copos ‘amigos do ambiente’ acabam por ser levados para casa como recordação, pela maioria das pessoas”, refere. “Este projeto está a ser desenvolvido há já algum tempo, mas só foi lançado este ano porque era importantíssimo ter o melhor copo para proporcionar a mesma experiência de consumo; beber a cerveja fresca e ‘viva’”, explica a Unicer, sobre a iniciativa dos copos em polipropileno, uma espécie de plástico mais grosso e reciclável.

A Sociedade Ponto Verde mostra-se satisfeita com a iniciativa, por tender a reduzir a produção de resíduos. “Para nós, este tipo de iniciativas é fundamental para reduzir o impacto ambiental destes festivais e também são uma excelente forma de sensibilizar o público mais jovem para a importância da reciclagem e da sustentabilidade de uma forma integrada”, argumenta Mário Raposo, diretor de marketing da Sociedade Ponto Verde, avançando que esta se encontra em conversações com algumas das marcas sobre o desenvolvimento de um copo reutilizável, para ser lançado nos festivais do próximo ano. Estes projetos podem ser extensíveis aos locais de diversão noturna.