Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal no top 4 dos países europeus onde mais desempregados encontraram trabalho

  • 333

Os dados são do Eurostat e referem-se ao primeiro trimestre de 2016

Um em cada cinco portugueses desempregados no último trimestre de 2015 encontrou trabalho nos primeiros três meses deste ano, indicam os números do Eurostat sobre o emprego na Europa, hoje divulgados.

Com uma percentagem de 20,2%, Portugal garante, assim, um lugar no top 4 entre os países da União Europeia onde mais desempregados encontraram trabalho nos primeiros três meses do ano, comparativamente ao último trimestre de 2015, atrás da Dinamarca (30,3%), Suécia (22,5%) e Áustria (22,3%).

Considerando o universo de desempregados no final de 2015, 62,3% continuam sem trabalho e 17,5% passaram para o estado de inatividade (pessoas que não trabalham nem procuram emprego).

De acordo com o Eurostat, 15,4% dos desempregados da UE (3 milhões de pessoas) encontraram trabalho nos primeiros três meses deste ano, mas 65,7% ou 13 milhões continuaram sem emprego e 18,9% passaram a estar inativos.

Do outro lado do espelho, entre as pessoas empregadas no final de 2015, 1,7% (2,9 milhões) perdeu ou deixou o trabalho no início deste ano.

No início da semana, o IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP, anunciou uma queda homóloga de 6,6% no número de desempregados em julho, para 498 mil pessoas, o que coloca este indicador abaixo dos 500 mil pela primeira vez em sete anos. No entanto, de acordo com números do Eurostat relativos a junho Portugal está entre os seis países da UE com a taxa de desemprego mais elevada: 11,2%.