Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Valor médio da avaliação bancária atinge em julho máximo desde janeiro de 2012

  • 333

O valor médio de avaliação bancária em Portugal fixou-se em julho nos 1.068 euros por metro quadrado, o mais elevado desde janeiro de 2012, correspondente ainda assim a um aumento menos intenso do que o observado em junho

O valor da avaliação bancária no âmbito do crédito à habitação aumentou três euros face ao mês anterior (0,3%), altura em que tinha registado um acréscimo de cinco euros, segundo os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A Área Metropolitana de Lisboa (0,3%) e o Algarve (2,5%) foram as regiões que mais contribuíram para este avanço.

O valor médio de avaliação bancária teve uma variação homóloga de 2,8% (variação de 3,4% em junho), apresentando valores inferiores aos observados no período homólogo apenas nos Açores e na Madeira.

Comparativamente com julho de 2015, o valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou 1,9% (variação de 2,5% em junho e 0,4% em cadeia).

Já o valor médio das moradias aumentou 3,6% face ao período homólogo (0,2% em cadeia).