Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TAP vai voltar a voar para Bissau

  • 333

Três anos depois de ter suspendido a operação para a Guiné, na sequência de um incidente de segurança que envolveu o embarque de 74 sírios, companhia aérea portuguesa volta a ligar a capital da Guiné-Bissau a Lisboa

A TAP anunciou esta segunda-feira que vai retomar a sua operação de voos para Bissau a partir do dia 1 de dezembro deste ano, passando a ligar Portugal à capital da Guiné-Bissau com duas frequências semanais. “A inclusão de Bissau na rede da transportadora aérea nacional vem reforçar o seu posicionamento no continente africano, onde dispõe de forte presença, e insere-se no âmbito da orientação prosseguida, que considera África um dos seus mercados estratégicos”, divulgou a companhia aérea em comunicado.

Os voos para a Guiné-Bissau vão realizar-se às quintas-feiras e sábados, no sentido Lisboa / Bissau, com partida às 21:50 e chegada às 02:00. No regresso, os voos saem de Bissau todas as sextas-feiras e domingos, pelas 02:50, chegando a Lisboa às 06:00.

Recorde-se que a operação da TAP para Bissau estava suspensa desde o final de 2013 na sequência de uma "grave quebra de segurança ocorrida" no embarque de um voo para Lisboa, em que 74 passageiros sírios viajaram com passaportes falsos.

Com a reabertura de voos para Bissau, “a TAP passa a servir um total de 14 destinos em África, e de acordo com os indicadores de tráfego disponíveis são evidentes os sinais positivos resultantes da sua aposta contínua nesse mercado, com o aumento de 6% no número de passageiros transportados no último mês de julho”, adianta a transportadora aérea.

Ainda no âmbito do reforço das suas ligações ao continente africano, a TAP tem também já programado o reforço da sua oferta para o próximo Inverno – para as cidades da Praia, Sal e São Vicente, em Cabo Verde, que terão, no total, um aumento de oito frequências por semana, face ao período homólogo do ano passado.

De acordo com a empresa, também Dakar, no Senegal, terá crescimento da oferta com mais três frequências semanais e São Tomé mais uma frequência por semana.