Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Aumenta número de casais desempregados

Tiago Miranda

Do total de desempregados casados ou em união de facto registados em julho no Instituto de Emprego, 21.042 referem que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no IEFP, ou seja, mais 111 casais do que há um ano

O número de casais em que ambos os cônjuges estão inscritos nos centros de emprego atingiu os 10.521 em julho, um aumento de 1,1% face ao período homólogo de 2015, segundo o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

De acordo os dados de julho, disponíveis na página do IEFP na internet, do total de desempregados casados ou em união de facto, 21.042 (9,7%) tem registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no serviço de emprego, mais 111 casais do que um ano antes.

Apesar do crescimento em relação ao período homólogo de 2015, o número de casais em que os dois cônjuges estão desempregados diminuiu em 3,3% (menos 360 casais) em relação ao mês anterior, tendência que se verifica há quatro meses consecutivos.

Dos 466.741 desempregados registados nos centros de emprego do continente, 46,6% eram casados ou viviam em união de facto, perfazendo um total de 217.705 pessoas, menos 9% do que no período homólogo de 2015.