Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TV paga tem mais 470 mil clientes desde a TDT

  • 333

Quatro anos após o apagão analógico, a rede continua a gerar queixas. Em agosto houve dias com sinal fraco em 15% das sondas analisadas. Por causa dos incêndios, diz a PT

Como se diz no léxico ‘economês’, é o mercado a funcionar. Assim o dizem o regulador das comunicações, a Anacom, e o operador responsável pela rede de Televisão Digital Terrestre (TDT), a Portugal Telecom. Desde que as emissões televisivas em sinal aberto passaram para a TDT — após o apagão analógico, em 2012 —, os operadores de TV paga em Portugal aumentaram em cerca de 470 mil o seu número de subscritores. Mas segundo a PT e a Anacom não há relação direta entre as duas coisas: o crescimento dos últimos quatro anos no mercado de pay TV resulta, isso sim, do “dinamismo deste sector” e não de eventuais problemas relacionados com a TDT.

A ideia é expressa pela Anacom, que garante que “não é possível concluir” a existência de “um efeito relevante do switch off analógico sobre o aumento do número de subscritores” de TV paga. O regulador recorda que a tendência de crescimento da TV paga em Portugal já vinha de trás e sublinha mesmo que as ofertas lançadas por algumas operadoras de pay TV na altura do apagão analógico — com menos canais e a preço reduzido, “particularmente vocacionadas para captar utilizadores de TV analógica” — tiveram uma penetração inferior a 2% do mercado.

Ainda assim, um estudo do ICP — Anacom feito um ano após a conclusão do processo de switch off analógico estimava que, entre os 1,1 milhões de lares que assistiam às emissões de TV no local de residência habitual por meio analógico, 25% (283 mil lares), aderiram a pacotes de TV por subscrição.

Leia mais na edição deste fim de semana