Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Opway resiste às adversidades

  • 333

A Opway permanece entre as 10 maiores do sector. Mas, em Portugal as obras são escassas

D.R.

A ex-construtora do GES já abdicou de obras no exterior por falta de garantias bancárias. Plano finalmente validado, depois de o BES perder de vez impugnação dos créditos

Se todas as construtoras convivem com a desgraça que se abateu sobre o sector, a Opway acumula com os efeitos funestos da maldição Espírito Santo. A empresa já se libertou do universo, mas o BES insistia em não sair da construtora. Só em julho passado se libertou, com a decisão do Tribunal da Relação de julgar improcedente o recurso que impedia a homologação do Processo Especial de Revitalização (PER), aprovado pelos credores.

O BES não se conformava com o perdão da dívida que herdou aquando da partilha com o Novo Banco — €51,4 milhões, reduzida a €16 milhões pela extinção de garantias de obras e liquidação de contratos de factoring. O banco fora incluído nos credores subordinados e impugnou. O recurso do banco adiou por um ano a validação do PER, mas a decisão da Relação resolve o impasse de vez.

Leia mais na edição deste fim de semana