Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EDP financia-se com juros históricos

  • 333

A eléctrica colocou 1.000 milhões de euros a sete anos e meio com o custo de financiamento a fixar-se em 1,125%, o mais baixo de sempre. O custo anterior tinha sido de 2% para uma emissão a 10 anos, no ano passado.

A EDP colocou, esta quinta-feira, dívida no montante de 1.000 milhões de euros, com maturidade em fevereiro de 2024 e com a taxa do cupão a fixar-se em 1,125%, a mais baixa de sempre.

A procura atingiu os 2,8 mil milhões de euros, com interesse de investidores de todo o mundo. Em termos geográficos, Inglaterra, Alemanha e França subscreveram 20%, cada, desta colocação da EDP e Portugal apenas 1%.

A EDP é, a par da Brisa e da REN, uma empresa elegível para as compras de dívida por parte do Banco Central Europeu.

A emissão de obrigações é feita pela EDP Finance BV e serão admitidas à cotação na Irish Stock Exchange. Esta emissão destina-se a financiar as necessidades decorrentes da actividade normal da empresa, permitindo alongar o seu prazo de maturidade e reforçar a flexibilidade financeira.

"Estou mais do que contente. É o custo mais baixo de sempre da EDP", disse ao Expresso Nuno Alves, administrador-financeiro da eléctrica. "Claramente, esta operação alonga a maturidade da dívida da EDP e irá também reduzir o custo médio da dívida, que se situava em 4,5% em junho", frisou.

A EDP não pretende fazer novas emissões de dívida em breve.

A empresa pretende reduzir o total da sua dívida líquida em 2016 para cerca de 16 mil milhões de euros, menos 1,5 mil milhões de euros do que no ano anterior, lembrou Nuno Alves.

Os bancos organizadores da emissão desta quinta-feira foram o Deutsche Bank, o BCP, o J.P.Morgan, o BNP Paribas, HSBC, Socité Generale, Mitsubishi Financial Group, Santander e o Bank of America.