Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

CGD já registou mais de 6,5 mil milhões em imparidades desde 2010

  • 333

José Sena Goulão / Lusa

Governador do Banco de Portugal explica que entre 2010 e 2015 foram assumidas imparidades de “4.585 milhões relativas a créditos" e de "1.971 milhões relacionadas com participações financeiras" da CGD

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) assumiu 6.556 milhões de euros em imparidades entre 2010 e 2015. A informação foi avançada esta quinta-feira à tarde pelo governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da CGD.

Em resposta a uma pergunta da deputada do CDS Cecília Meireles sobre as imparidades do banco público, Carlos Costa especificou que os montantes assumidos entre 2010 e 2015 foram na ordem dos “6.556 milhões”. “4.585 milhões de crédito e 1.971 milhões de relacionadas com participações financeiras”, explicou.

Questionado sobre a origem dos créditos que resultaram em imparidades, Carlos costa não concretizou quais as empresas que mais pesaram nas perdas do banco público, revelando apenas que “a incidência de risco no crédito tende a ser maior nas pequenas mais pequenas”.